Você procura fazer tudo certo e ter bons resultados, mas costuma fazer escolhas ruins? Preste atenção ao que sua mente lhe diz sobre isso. Você pode imaginar que essa vida que tanto quer alcançar não seja para você, que não tem sorte na vida ou que só algumas pessoas com habilidades ou condições especiais é que conseguem fazer as melhores escolhas e ter uma vida como a que você gostaria de ter.

Essa atitude de dizer para nós mesmos que certas condições de vida só podem ser alcançadas por outras pessoas é comum. Acontece quando sua mente quer justificar a sua falta de ação para realizar alguma mudança na sua vida. Pode ser que suas experiências na vida até esse momento não tenham acontecido e gerado resultados como você gostaria, mas isso não quer dizer que as mesmas condições terão que se repetir.

 

TER CONSCIÊNCIA DAS SUAS ESCOLHAS

 

É normal que façamos escolhas de forma inconsciente, no modo piloto automático, quando não ficamos pensando, simplesmente agimos diante de uma situação. Ao longo de cada dia fazemos inúmeras escolhas e parar para analisar profundamente cada decisão é inviável. Mas é importante perceber que essas escolhas automáticas seguem os nossos padrões comportamentais que são baseados em nossas experiências e crenças.

Uma forma simples de ilustrar isso é quando acontece um trauma, imagine que na sua infância você teve um acidente na água. Pode ser que tenha sido puxado pela força das águas do mar enquanto brincava na praia ou levou um grande susto quando saiu da parte rasa da piscina e achou que iria se afogar. Essa experiência foi marcante e a informação que ela lhe passou é que ir para água é perigoso. Como consequência você tem medo do mar ou de ir na piscina.

Mesmo sabendo que o medo de ir para água seja motivado pela experiência que teve na infância você usa isso para justificar a não ação, o não fazer nada para mudar a situação. Afinal, você teve uma experiência ruim e isso justifica o medo – como se não houvesse mais nada a se fazer. Esse é um exemplo de algo marcante que pode acontecer na vida de uma pessoa, mas existem diversas situações menores que também influenciam nossas decisões sem que tenhamos consciência disso.

 

PEQUENAS DECISÕES QUE MOLDAM A SUA VIDA

 

Acreditar e focar apenas nas grandes decisões para mudar sua vida pode não ter o resultado que você deseja. Isso acontece porque a vida de cada uma é formada pelas inúmeras pequenas decisões que vamos fazendo constantemente. Mesmo que as maiores decisões sejam as mais impactantes e, consequentemente, as que você irá se lembrar melhor, são os resultados das pequenas escolhas que interferem na sua rotina e fazem da sua vida o que ela é.

A forma como você se alimenta, como fala com as pessoas, o que fala, se você se sente bem com o seu visual, se dará prioridade para um pedido do seu chefe, são algumas escolhas comuns do dia a dia. Essas e outras escolhas que surgem na rotina vão se acumulando e gerando como resultado a vida que você tem hoje. Se você não conseguir direcionar essas pequenas escolhas para resultados que lhe agradem, não será uma grande mudança futura que irá melhorar a sua vida.

 

ASSUMA A SUA VIDA E FAÇA ACONTECER

 

Se você é uma pessoa que impõe condições externas para que sua vida melhore, então estará vivendo apenas para alimentar a realidade atual. Ao criar barreiras você não abre espaço para mudanças. Ficar estagnado esperando ganhar mais dinheiro, ser reconhecido pela chefia, que a pessoa ideal apareça na sua vida, que sua genialidade seja reconhecida ou qualquer outra situação que não dependa de você é assinar uma sentença de frustração garantida (Leia também o texto Expectativa é sinônimo de frustração).

Você precisa assumir a sua vida e a responsabilidade pelo que acontece nela. Claro que as condições nas quais você vive e as pessoas ao seu redor exercem influência e refletem muito da sua situação atual de vida. Mas não são elas que dizem que direção você irá tomar ou como irá encarar a vida. Assumir a responsabilidade pela sua felicidade é incômodo e lhe tira da zona de conforto, mas é justamente esse movimento que fará a situação atual mudar para algo que seja bom para você.

 

EU ESTOU NO COMANDO, MAS QUAIS SÃO AS ESCOLHAS CERTAS?

 

Você não aguenta mais estar à mercê dos acontecimentos, não quer mais viver como coadjuvante na sua vida. Sabe que mudanças conscientes em direção as escolhas que lhe fazem bem acontecem a partir do momento que você se torna o protagonista da sua vida. O processo para sair da zona de conforto pode ter sido difícil, mas valeu a pena. Agora você assumiu a responsabilidade por sua vida e os resultados que a acompanham. Mas e agora? Quais são as escolhas certas?

A partir do momento que você começa a fazer escolhas conscientes e direcionar sua vida para resultados que lhe façam bem é normal que apareçam dúvidas sobre quais são as melhores escolhas. A melhor direção a percorrer em sua vida é aquela que está alinhada com seu coração. Suas paixões, aquilo que realmente gosta de fazer e que faz sentido para você. A partir do momento que toma essa direção as pequenas e grandes decisões devem estar harmonia com esse objetivo (saiba mais sobre objetivos no texto Objetivos de vida).

É normal que vivenciar as coisas que você mais goste de fazer tenham que sofrer adaptações e esforços para que se tornem realidade. Não tenha pressa para alcançar as grandes mudanças, viva cada dia e faça das pequenas escolhas as grandes conquistas. Certamente, com o passar do tempo, essas pequenas escolhas irão gerar os maiores resultados na sua vida. As grandes mudanças serão consequência das pequenas escolhas acertadas.

 

CUIDADO COM AQUILO QUE PEDE

 

Você assumiu sua vida e está fazendo escolhas de acordo com aquilo que você deseja. Isso é ótimo, certamente a sua situação está começando a melhorar. É o início de uma caminhada rumo a sua felicidade. Uma vida em que aquilo que você faz e a forma como vive estão em harmonia com seu eu interior, com a sua essência. O trajeto até atingir esse estado de equilíbrio pode ser longo e até que isso aconteça muitas escolhas equivocadas podem acontecer.

As escolhas equivocadas são as decisões que não tem a ver com sua essência. Isso acontece porque você toma uma sequência de decisões que você acha que irão lhe fazer bem e feliz, mas na verdade não irão. Não porque não sejam boas escolhas, mas porque não correspondem com seus valores, sua percepção de mundo e com o que sente.

Esses tropeços representados por escolhas equivocadas são normais e fazem parte do processo de busca por uma vida feliz. O que pode lhe ajudar a tomar melhores decisões é o autoconhecimento. Entendendo melhor seu mundo interior e aquilo que realmente faz sentido para você é possível seguir por um caminho que seja compatível com o que lhe faz bem. Você faz escolhas mais acertadas, passa a transformar sua vida do interior para o exterior e encurta muito o tempo para chegar aonde quer.

 

Infográfico - Fazer escolhas ruins

 

Se isso fez sentido para você, se ficou alguma dúvida e quer saber mais sobre o assunto deixe uma mensagem nos comentários ou entre em contato pela página de contato.

Rodrigo Poiesis