SEGUIR SEUS SONHOS

Como pode um pássaro migrar

Se não souber aonde irá chegar.

O instinto o movimenta

E o leva aonde ele precisa estar.

Ele pode desconhecer a jornada,

Mas sabe que não há outra rota,

Pois seu destino está a esperar.

 

 

As mudanças nos levam a novas escolhas e abrem novas possibilidades. É mudando que podemos construir algo novo e melhor em nossas vidas. Quando falei em outro post sobre o que o futuro nos reserva, comentei a respeito do valor daquilo que temos, da importância de seguir com objetivos no futuro e ir atrás de nossos sonhos. Não há dúvida que sonhar e ter algo maior do que temos hoje é importante e nos motiva a crescer. A questão é que muitas pessoas não saem do lugar pelo simples fato de não acreditarem.

As pessoas não acreditam que podem mudar, que a vida delas pode realmente ser diferente e que podem alcançar seus sonhos. Podem acreditar até que a vida do seu vizinho mude radicalmente, mas não a delas. Geralmente se baseiam no que já viveram até ali e nos compromissos que tem a cumprir. Cuidar do pai, da mãe, do filho… Pagar as contas, dívidas, construir ou adquirir algo. Situações da vida e decisões tomadas que as levaram a estar aonde estão e que, para elas, se encontram num ponto onde não podem mudar, a chance delas já foi. Mudar é para os outros… Para quem é jovem, tem dinheiro, tem oportunidade, tem influência, é inteligente, enfim, para qualquer um menos ela mesma.

É muito cômodo essa situação de vítima do destino, pois não temos que mudar, nem acreditar que podemos melhorar, logo aceitamos o que temos “numa boa”. Não pensar nisso e aceitar tudo que vier é o lema de quem é resignado diante da vida. Para essas pessoas felicidade é apenas uma miragem, algo criado para contos de fada, enquanto a vida real é dura e fria. Outra grande verdade é que vivemos aquilo em que acreditamos. Se acreditamos que a vida é sofrida e temos que aceitar qualquer situação complicada sem tentar mudar porque pode piorar, é isso que teremos. Pois mesmo se acontecer algo bom, a pessoa não dará crédito, muitas vezes passará despercebido, enquanto algo ruim e complicado é logo visto e se torna de grande importância.

Em algum momento o pessimista sempre acerta, se ele constrói um castelo de areia na praia ele logo pensa que todo o seu trabalho logo será destruído pelas águas do mar e fica o tempo todo a espera desse acontecimento. Pode demorar, ou não, para a maré subir, mas uma hora isso acaba acontecendo. Quando isso ocorre ele pode então dizer – Viu, eu disse que isso ia acontecer, tanto trabalho para nada! O otimista, ou aquele que vive cada momento, ao terminar seu castelo de areia vai apreciar seu trabalho, que pode não ter sido o mais belo do mundo, mas o distraiu e o fez se sentir criança novamente. Ele reviveu bons momentos e, ao acabar seu trabalho, apreciou o fim de tarde na praia com o vento fresco contra ele. Em algum momento a maré subiu e levou o castelo de areia, mas seu criador nem estava mais ali, estava vivendo outro momento e agradecendo por tantos motivos para ser feliz.

Mesmas oportunidades e situações podem significar coisas bem diferentes para cada pessoa. A vida que queremos ter está diretamente relacionada com o que acreditamos e a direção que estamos indo para encontrar o que nos faz feliz. E a questão não é encontrar o que te faz feliz, mas ser feliz buscando isso. O objeto da sua busca pode mudar drasticamente ao longo da sua vida, mas o que fará uma vida feliz serão todos os dias que preenchem ela.

Se a vida não está seguindo por um caminho que te faz feliz, se você se sente sufocado, amarrado, sem perspectivas de mudança é hora de você mudar algo em sua vida. Qualquer mudança é válida, desde que seja para algo que lhe faça bem. Mas é importante que essa mudança abra portas para novas perspectivas e não seja uma muleta na qual você se apoia para fugir dos seus problemas. Visualize e enumere as coisas que te fazem bem e aquelas que deseja ter, por menores ou maiores que sejam. Procure por pessoas que vivem essa realidade, que tenham um estilo de vida ao qual você acredita que lhe fará feliz e acompanhe elas, aquilo que fazem e dizem e a sua história para chegar até ali. Se espelhe em pessoas que você valoriza e que agregam coisas boas ao seu redor. Conviva e converse com pessoas que fazem a diferença na vida delas mesmas e adapte os melhores ensinamentos a sua própria vida. Trace metas condizentes com a sua realidade, seja criativo e busca rotas alternativas para atingir seus objetivos.

As grandes conquistas começam com uma atitude de mudança e com um primeiro passo, seguido de outro e mais outro e mesmo em meio a tropeços essa caminhada segue seu ritmo rumo a seu objetivo maior (só não esqueça de curtir a paisagem durante o trajeto). A questão nunca foi SE você irá conseguir, mas QUANDO. Não desista de ser feliz, a vida é uma busca constante pela felicidade. Você poderá até não perceber, mas essa trajetória rumo a seus sonhos lhe trará a felicidade bem antes de alcança-los.


 

Gostou? Compartilhe o texto pelas redes sociais :)