RELACIONAMENTOS TÓXICOS

RELACIONAMENTOS TÓXICOS

Você já viveu ou vive um relacionamento tóxico? Talvez você conheça alguém que vive uma relação assim e não entende como essa pessoa pode insistir nisso, ou mesmo, nem perceber a situação que está vivendo. Relacionamentos tóxicos são mais comuns do que imaginamos e são bastante prejudiciais. Fazer de conta que isso não está acontecendo ou ficar inerte esperando que, de alguma forma, melhore só irá gerar mais sofrimento.

 

Um relacionamento tóxico pode surgir sem que você perceba. Quando o esforço para manter o que você e a outra pessoa têm resulta em sentimentos destrutivos que se acumulam e vão lhe fazendo cada vez mais mal é sinal que algo grave está acontecendo. Pode ser que você não queira pensar sobre isso ou enfrentar a situação.  Mas lidar com os resultados que virão será algo cada vez mais difícil.

 

O bem-estar que sentia ao conviver com aquela pessoa que um dia você não queria passar um minuto longe, agora dá lugar ao alívio que sente quando estão distantes. Pode ser que você esteja tentando levar a situação adiante esperando que as coisas melhorem, mas a situação não melhora por si só. O tempo só agrava aquilo que está sendo feito a cada dia. O que era esporádico acaba virando rotina e a rotina vai se tornando insuportável.

 

A PESSOA TÓXICA

 

Geralmente, a pessoa que é tóxica dentro de uma relação, não percebe a extensão do mal que está causando a seu companheiro. Os insultos, críticas, xingamentos, mentiras e outras atitudes negativas vão ganhando cada vez mais força. A conduta doentia e manipuladora do agressor se agrava e o ato de tratar mal acaba se tornando o padrão. Nesse ponto você não reconhece mais aquela pessoa que um dia despertou belos sentimentos e lhe fez querer estar junto dela.

 

A pessoa tóxica é infeliz e destila sua infelicidade aqueles ao seu redor. Alguém que é capaz de desestruturar a energia dos ambientes que frequenta expondo suas frustrações e pessimismo diante da vida. Essa pessoa pode se sentir mal e até surpresa quando confrontada em relação ao mal-estar que expõe os outros. Isso não impede que ela continue sendo assim, pois está imersa nesse ciclo negativo que ela mesma alimenta.

 

Os relacionamentos não costumam começar tóxicos, o desgaste e a distância entre os envolvidos pode ser tão grande que não há o que remediar. Ao insistir num relacionamento deteriorado você estará escolhendo viver com o que restou da relação de vocês. Neste caso, sentimentos como o de frustração, depreciação e outros resultantes do esforço de conviver com alguém que não lhe faz bem (não deixe de ler o texto 10 sinais de que você está num relacionamento tóxico).

 

TRANSFERÊNCIA DE CULPA

 

Se você está numa relação tóxica é provável que você nem saiba identificar quando tudo começou. Normalmente se dá mais atenção a isso quando o sofrimento já se instalou permanentemente. Por se sentir fragilizada e ferida por alguém que confiava totalmente, a pessoa que sobre os abusos de uma pessoa tóxica pode sentir que, de alguma forma, a culpa do relacionamento estar assim é dela.

 

O agressor, carregado de sentimentos negativos, descarregada todo o seu mal-estar em que está mais próximo. Se sua vida não vai bem não é capaz de olhar para si, procura no outro a culpa pelos males que vive. Ao tratar mal seu companheiro sente um alívio momentâneo por descarregar aquela energia tóxica que o estava consumindo. A pessoa que sofre a agressão, já bastante fragilizada, absorve essa energia densa e prejudicial e vai acumulando ideias e sentimentos autodestrutivos.

 

COMO SE ENTRA EM RELACIONAMENTOS TÓXICOS?

 

Nada na vida é por acaso, se estamos vivenciando um relacionamento que está nos fazendo mal, de alguma forma, atraímos essa situação. Nossas crenças e a visão que temos da vida nos conduzem por caminhos que, muitas vezes, não são aqueles que gostaríamos de trilhar. Não é fácil perceber em nós mesmos o que está atraindo algo que não é bom, isso complica a situação (leia o texto Conhecer a si mesmo).

 

Sentimentos de medo como o de abandono ou de ficar sozinho e os depreciativos como os que surgem da baixa autoestima propiciam a ligação com uma pessoa que irá reforçar essa realidade para quem os sente. Tudo isso vai acontecendo sem que você perceba. Quando você tem que se esforçar para manter a civilidade no relacionamento e tudo o que há de bom entre vocês ficou na memória é hora de tomar uma atitude (leia também o texto Ter atitude).

 

O melhor remédio para evitar relacionamentos tóxicos é amar a si mesmo e desenvolver o autoconhecimento. Isso lhe ajudará a lidar com cada situação que vivenciar de forma equilibrada e sem que se torne refém dos acontecimentos. Não se prejudique se esforçando para manter algo que não lhe faz bem. Tenha foco nas escolhas positivas e não se deixe prender pelo que não te dá asas. O momento de ser feliz é agora!

 

 

ASAS PARA VOAR

 

Passarinho preso em gaiola

Canta logo cedo sua história.

Dos lugares que não visitou,

Das vontades que passou,

Da saudade que ficou.

 

Passarinho que não voa

Perde toda sua graça.

Vê os pássaros livres ao seu redor

Bate as asas sem sair do lugar

Acredita que não sabe voar.

 

Passarinho que não entende

Que a prisão está dentro dele

Acha que nunca irá voar.

Chora alto sua desgraça,

Mas nunca tenta mudar.

 


 

Gostou? Compartilhe o texto pelas redes sociais :)