Todos nós temos desejos que gostaríamos de realizar, mas nem sempre eles se tornam realidade ou simplesmente não acreditamos que podemos alcançá-los. Repetimos a nós mesmos que são fantasias, algo totalmente fora da nossa realidade. É importante sermos realistas quanto a nossas possibilidades e não nos perder em nossos desejos, mas existe uma diferença entre ser realista e pessimista. Precisamos prestar atenção aos nosso hábitos, o futuro vai se moldando de acordo com nossas crenças e escolhas e aquilo que atualmente desejamos ao longo do tempo vai se alterando e o que hoje parece tão distante, amanhã pode não ser.

Ficar procurando problemas e como as coisas podem dar errado é mentalizar e valorizar aquilo que é ruim. Mesmo com coisas boas acontecendo ao seu redor você só terá olhos para aquelas que são ruins e limitantes. Dessa forma, você começa a perseguir coisas negativas e vai deixando de lado as positivas. Mas tudo é uma questão de percepção e escolha, pois o inverso também é verdadeiro. Você pode escolher passar a valorizar e procurar pelas coisas que podem dar certo e se sentir bem a cada conquista, a cada situação positiva que se apresenta. A conquista daquilo que deseja está relacionada a sua vontade de obtê-la e na sua persistência (leia mais no texto Desistir).

Podemos confundir o desejo com o sonho, no sonho a busca envolve (geralmente) uma longa peregrinação durante nossa vida que culmina em grandes e importantes conquistas (leia mais no texto Seguir seus sonhos). No momento em que as alcançamos já somos pessoas bem diferentes daquelas que começaram a sonhar. Já os desejos são conquistas menores e mais efêmeras, aquelas que nos dão prazer, satisfação e algum sentimento de realização. O desejo está ligado geralmente as nossas ambições e aspirações como arranjar um bom emprego ou promoção, possuir bens materiais, conquistar um determinado relacionamento ou até saborear uma comida específica – estamos cercados por desejos.

Viver de desejos é vazio e na falta de propósito nos conduz a vícios, nesse momento aquilo que acreditávamos consumir é o que está nos consumindo. Somos humanos, seres em constante aprendizado e vivemos num mundo materialista e consumista, não podemos simplesmente descartar a realidade e viver isolados num mundo particular. Precisamos encontrar nosso equilíbrio e entender o que pode nos trazer benefícios ou não em relação ao que desejamos. Acredito que algo produtivo que podemos fazer é encontrar a forma mais equilibrada que os desejos se encaixam no percurso até alcançar nossos sonhos. Como pequenas engrenagens que nos movimentam com base no prazer e na sensação de realização que podem nos proporcionar, nos impulsionando a alcançar algo maior e de real valor. Quanto mais próximo de nossos sonhos, menos precisamos nos apoiar em desejos.

 

E você, quais seus sonhos e desejos?

 

 

ALÇAR VOO

 

Meu mundo parece tão pequeno.

Minhas ambições titânicas

Parecem esmagar minha realidade.

 

Será que terei forças para seguir?

Mereço ter isso tudo para mim?

Sair do lugar vale todo esse risco?

 

A dúvida não revela direção.

Acreditar é a única opção.

Me lanço ao ar e aprendo a voar.

 

Minhas asas tentam vencer a altitude

E me alçar rumo a uma nova vida.

Aproveito a paisagem aqui de cima,

O vento gelado que me acalma

E a proximidade com as estrelas

Que iluminam minha chegada.

Infográfico - Realizar um Desejo





Rodrigo Poiesis