PROBLEMAS DA VIDA

PROBLEMAS DA VIDA

A vida não seria do jeito que é sem os inúmeros problemas que podem surgir seguidos de suas consequências. Atire a primeira pedra quem nunca teve ou tem um problema! Não temos como pensar em viver uma vida toda sem passar por alguns problemas, eles fazem parte da nossa existência e, como tudo, tem sua função, seu motivo de existir.

 

Problemas pequenos ou grandes, frequentes ou passageiros, eles podem se apresentar em diferentes formatos e nos influenciar de diferentes formas. Podem envolver diferentes pessoas ou podem estar restritos à nossa percepção individual. O quanto esses problemas irão nos afetar está diretamente ligado ao modo como encaramos eles.

 

Basicamente dois fatores influenciam na nossa relação com os problemas, uma é mais íntima e mais trabalhosa de modificar, que é a forma como assimilamos e sentimos os acontecimentos da vida. Como quando fazemos algo que outra pessoa não gosta e ela nos ofende por isso. Nosso instinto pode ser de contra-atacar a pessoa ou de ficarmos paralisados absorvendo aquela sensação ruim. Mas também seria possível sentir que algo assim é natural de acontecer e poderíamos dialogar normalmente procurando esclarecer a situação e, mesmo que a outra pessoa não se sinta satisfeita, você seguiria em frente sem levar qualquer sentimento ruim.

 

Esse primeiro fator está no campo emocional e é consequência da forma como percebemos a vida e os acontecimentos, quando as coisas se conectam e fazem sentido tudo está em harmonia, sejam problemas ou não, tudo funciona como um grande quebra-cabeças que vai sendo montado e vai revelando um belo cenário que é a vida de cada um. O segundo fator é mais racional e pode ser exercitado em nosso dia a dia.

 

Escolher como encarar as situações, para isso temos que parar e pensar, refletir sobre o que está acontecendo e não nos deixar levar apenas pelo que sentimos, nossos primeiros instintos. É basicamente a ideia de enxergar um copo meio cheio ou meio vazio. Podemos escolher por qual caminho queremos percorrer. É como quando você é demitido de um emprego e pode achar que aquilo é a pior coisa que poderia lhe acontecer ou então entender que a mudança profissional pode gerar novas possibilidades de crescimento e aprendizagem.

 

Outra coisa importante para entender sobre os problemas da vida é que eles têm relação com aquilo que precisamos aprender em determinado momento da vida. São como molas propulsoras que nos lançam acima para que possamos alcançar novos patamares em nossa evolução. No momento que ela nos lança acima, se não conseguimos alcançar esse nível acima acabamos perdendo o impulso e voltando ao ponto de partida e lá estamos nós de novo batendo em cima dessa mola que tenta nos arremessar acima novamente.

 

Quando não conseguimos entender o que a vida está tentando nos dizer por meio dos problemas que surgem, repetimos esse mesmo ciclo até que consigamos enxergar novos caminhos para seguir. É aquele problema que parece nos perseguir, algo que acontece repetidamente e nos faz sentir sem sorte por não conseguimos nos livrar dele. São como os diferentes níveis escolares que passamos: para aprender e lidar com situações de níveis mais altos, precisamos entender e passar pelos níveis mais baixos. Enquanto não conseguimos vamos repetindo e repetindo o aprendizado até assimilarmos.

 

Então preste atenção ao momento em que está vivendo, os problemas têm se repetindo em sua vida ou surgem novos problemas? Enquanto forem novos problemas é sinal que você está seguindo por uma crescente de aprendizagem, e quanto menos esses problemas parecerem problemas (algo que puramente prejudica), mais você estará em harmonia com a vida. Por outro lado, se certos problemas insistem em voltar a sua vida e pensar em problemas faz você querer fugir, então é preciso buscar entender o que a vida está tentando lhe dizer com essas situações que se repetem e como lidar com isso de forma natural.

 

 

Quero ir em frente, deixar velhas mágoas para trás.

Mas correr não adianta, o passado está à espreita.

Queria esquecer meus problemas e tudo o que ocorreu

Ser feliz deveria ser simples e não uma fuga.

 

Aquilo que nos persegue e se repete

Não está atrás de nós, mas dentro

E o que não enfrentamos se mantém como obstáculo

Pronto para ser superado e nos elevar em mais um degrau.

 


Veja o infográfico


 

Gostou? Compartilhe o texto pelas redes sociais :)