O autoconhecimento se torna cada mais familiar as pessoas. É comum ouvir alguém dizer que está desenvolvendo autoconhecimento e a tendência é que isso se torne cada vez mais frequente. Isso se deve a importância que o autoconhecimento tem na vida de qualquer pessoa. Mas nem todo mundo entende bem o que é autoconhecimento.

Todas as pessoas têm dentro de si muito mais para conhecer do que já conhecem. O autoconhecimento corresponde a descoberta de si mesmo. É um processo contínuo no qual a pessoa vai se conhecendo melhor e alcança maior domínio sobre a própria vida.

Buscar conhecer a si mesmo, suas características, tendências, sentimentos, aquilo que lhe faz bem, ou não, são algumas das grandes descobertas que você pode fazer no autoconhecimento. Essa prática, que pode parecer não ter muito impacto à primeira vista, mas pode transformar radicalmente a sua vida.

Essa mudança de vida é sempre direcionada para um caminho melhor, que lhe faça mais feliz. Porém, o trajeto pode apresentar situações complicadas de lidar. Justamente pela possibilidade de encontrar dificuldades nesse processo que muitas pessoas têm receio desenvolver o autoconhecimento.

 

MEDO DO AUTOCONHECIMENTO

 

Dificilmente você ouvirá alguém falando que tem medo do autoconhecimento. A reação das pessoas que tem receio de olhar para si mesmas, geralmente, é a de menosprezar a importância do autoconhecimento. Seja pela sua efetividade, seja pela sua importância. Pessoas assim sempre tem alguma outra prioridade para lidar.

A primeira reação de uma pessoa ao confrontar sentimentos como medos e aflições de diversos tipos é a fuga. Lidar com a forma que você toma decisões ou com os motivos que lhe fizeram fazer coisas das quais você não se orgulha pode despertar mal-estar.

Se sentir mal por lidar com situações complicadas de si mesmo é normal, faz parte do nosso crescimento. Mas ignorar nossos sentimentos e ações e seguir em frente fingindo que está tudo bem não é saudável. Em algum momento essa sujeira que está sendo colocada debaixo do tapete irá emergir e fazer um estrago.

Por mais que existam situações difíceis ao se aprofundar no autoconhecimento, nada é mais gratificante do que superar situações que antes lhe incomodavam e agora já não atrapalham a sua vida. É libertador poder seguir seu caminho sem estar preso a medos e sofrimentos que antes você tinha que fazer de conta que não existiam.

É importante deixar claro que esses momentos de sofrimento que podem acontecer no decorrer de um processo de autoconhecimento não são uma constante. São obstáculos que estão no caminho e devemos superar. Depois que passamos por eles o caminho vai se abrindo cada vez mais.

 

COMO O AUTOCONHECIMENTO PODE MUDAR A SUA VIDA

 

Os benefícios do autoconhecimento são muitos, como o aperfeiçoamento de suas habilidades e o desenvolvimento de outras, mais consciência de si mesmo e do que lhe faz bem. Tudo isso lhe dá liberdade de escolha.

Antes de desenvolver o autoconhecimento você fica amarrado a escolhas com base no medo ou em crenças que não tem nada a ver com a pessoa que você é. Depois de iniciar no autoconhecimento você passa a entende melhor cada situação e pode seguir pela direção que quiser com consciência das suas escolhas.

Imagine você andar vendado por uma floresta desconhecida. Às vezes você escuta alguém dizendo para seguir por determinada direção que é a melhor. Depois escuta outra pessoa indicando um outro caminho. Você se sente perdido, com medo de decidir por um caminho que desconhece, que não enxerga.

Tendo apenas o medo como base para suas escolhas você acaba seguindo as vozes que lhe parecem mais confiáveis. Enquanto está vendado na floresta você pode tropeçar inúmeras vezes ou cair em algum barranco. Isso pode se repetir por muito tempo ao longo da sua vida.

Em algum momento dessa sua trajetória pela floresta pode aparecer alguém lhe dizendo que você tem uma venda cobrindo seus olhos e que você pode tirá-la para ver um mundo novo a sua frente e que você pode escolher o caminho mais seguro e confortável para seguir por conta própria. Esse é o poder que o autoconhecimento proporciona.

Muitas pessoas preferem seguir caminhando com a venda nos olhos, pois é isso que conhecem e tem medo do que podem enxergar ao tirar a venda. Aqueles que decidem tirá-la podem enxergar nas feridas que acumularam ao longo da sua trajetória um grande aprendizado que poderá moldar um futuro melhor.

 

O AUTOCONHECIMENTO IMPACTA TODOS OS ASPECTOS DA SUA VIDA

 

A partir do momento que você se conhece melhor, sabe o que mais importa na sua vida, o que lhe faz bem, quais valores mais fazem sentido, a sua vida vai mudando. Seja nos relacionamentos afetivos, no ambiente profissional, no seu estilo de vida e nos seus objetivos de vida.

As mudanças seguem o ritmo do seu desenvolvimento, das suas descobertas de si mesmo. Sentir que o relacionamento com certas pessoas já não faz mais sentido ou que coisas que você gostava de fazer antes, agora perderam a graça é normal. Sua visão de mundo vai mudando, ela se amplia e vai assimilando novos conceitos.

Isso vale para tudo, pode ser que sua alimentação, sua rotina, suas roupas, ou os bens materiais que possui não estejam mais condizendo com aquilo que sente que é bom para você. Pode ser que já não faça mais sentido viver dessa forma quando percebe o que realmente importa e que é possível viver de uma forma mais gratificante.

São percepções e mudanças que vão acontecendo com o passar do tempo. O autoconhecimento é um processo que se leva para a vida toda, pois é a base para o nosso desenvolvimento pessoal, nossa evolução como seres humanos.

 

COMO DESENVOLVER A CAPACIDADE DE AUTOCONHECIMENTO?

 

O autoconhecimento se desenvolve por meio de reflexões. O ponto de partida costuma ser feito com questionamentos a respeito dos acontecimentos da vida, experiências vividas, a respeito do que se sente, entre outras possibilidades.

Essas reflexões podem ser feitas por alguém sozinho ou com algum acompanhamento. As respostas que uma pessoa obtém estão dentro dela. A forma como irá acessar essas informações é que pode variar.

Não há como alguém vir e definir o que você gosta ou como você se sente, essa é uma resposta só sua. Quando existe o acompanhamento de algum profissional como psicólogo, terapeuta ou coach no processo de autoconhecimento, essa pessoa poderá lhe guiar e facilitar o acesso as suas respostas.

Os profissionais ligados ao desenvolvimento pessoal podem auxiliar no processo de autoconhecimento, especialmente no seu aprofundamento. Mas é possível desenvolver a capacidade de autoconhecimento sozinho. O ideal é que isso se torne um hábito.

Atualmente existe um vasto conteúdo a respeito do tema e recursos que podem ser utilizados para se aprimorar. Uma boa forma de começar no autoconhecimento é desenvolvendo a solitude. Com isso, você conseguirá estar bem consigo mesmo e lidar de forma equilibrada com seus pensamentos e emoções.

Rodrigo Poiesis