O feedback é um procedimento comum no ambiente de trabalho e pode auxiliar bastante para o crescimento do profissional quando bem aplicado. O feedback pode ser entendido como uma avaliação de uma determinada pessoa, ou grupo de pessoas, que irão receber apontamentos de erros e acertos.

O objetivo é que o feedback deixe claro situações que devem ser melhoradas e quais devem ser reforçadas para se manter a qualidade do que está sendo feito. Desta forma, o feedback é um procedimento que resulta no aprimoramento de determinadas atividades e comportamentos dos envolvidos.

 

Feedback - Aprenda a transmiti-lo e a ouvi-lo

 

Nem sempre os profissionais estão aptos a realizarem um feedback adequadamente, porém, o principal desafio ao realizar um feedback é o da pessoa que o está recebendo conseguir absorver as informações de forma construtiva. A maneira como estas reações são geridas é o que permitirá à pessoa transformar as dificuldades em resultados positivos.

 

Veja abaixo seis reações possíveis que uma pessoa pode ter ao receber um feedback:

 

 

1 – NEGAÇÃO

 

A pessoa recusa-se a admitir aquilo que lhe é transmitido.

 

Atitude que se deve tomar:

Disponibilizar dados, datas. Manter-se em escuta ativa e ser amável.

Contextualizar o comentário e explicar, as vezes que forem precisas, o porquê do mesmo.

 

2 – DESACORDO

 

Reconhece o que lhe foi transmitido, mas tende a não concordar com o mesmo ou com a importância do mesmo.

 

Atitude que se deve tomar:

Reformular os argumentos da outra pessoa para compreendê-los, e destacar outros aspetos do que foi transmitido.

Mostrar-se paciente e capaz de fazer, de uma forma pedagógica, com que o interlocutor compreenda a verdadeira importância.

 

3 – CONFUSÃO

 

A pessoa fica agitada, mostra sinais de ansiedade ou impaciência. Demonstra o incômodo que está sentindo ao receber feedback negativo.

 

Atitude que se deve tomar:

Indicar os aspetos que compreende.

Deixar o interlocutor expressar o que está sentindo, ajudando-o a explicar os motivos desse mesmo sentimento.

Pedir-lhe que tente ver a situação de uma forma diferente, evitando pressioná-lo em demasia.

 

4 – DECEPÇÃO

 

Está decepcionado porque sente que não está sendo entendido, e sente-se profundamente mal interpretado ou atacado.

 

Atitude que se deve tomar:

Ser compreensivo com a reação da pessoa e deixar que expresse os seus sentimentos.

Não basta ser compreensivo, tem de prová-lo e deve também reconhecer a sua quota parte de responsabilidade, se a tiver.

Sugira ao seu interlocutor que aceite os seus comentários como algo que é do seu interesse.

 

5 – SURPRESA

 

Demonstra desconhecimento em relação ao que estão lhe dizendo, como se não estivesse à espera.

 

Atitude que se deve tomar:

Reafirmar a surpresa.

Dizer o que entende e incentivar o seu interlocutor a responder.

Explicar o seu ponto de vista sobre aquilo que foi transmitido.

Dar tempo ao seu interlocutor para assimilar o feedback que lhe foi dado.

 

6 – ACEITAÇÃO

 

Reconhece o que está sendo dito e concentra a sua energia na melhor maneira de interpretar o feedback recebido. A aceitação pode ser imediata ou pode ocorrer depois de passar por uma ou mais das etapas já descritas.

 

Atitude que se deve tomar:

Propor opções para concretizar o feedback na vida quotidiana: acordo para evitar a repetição de situações problemáticas, coaching individual etc.

 

 

A matéria original é do site Human Resources

Rodrigo Poiesis