O título do texto já resume bem a moral da história, criar expectativas é gerar uma frustração futura. O sofrimento causado por essa frustração é ainda maior quando a expectativa se relaciona a uma pessoa. Desde as coisas mais simples da rotina até situações mais importantes, como quando pedimos para alguém fazer algo para nós e criamos uma imagem mental de como esperamos que aquilo seja feito ou quando organizamos uma festa surpresa e imaginamos a reação que a pessoa terá no momento da surpresa.

Quando o resultado começa a fugir muito daquilo que imaginamos as reações podem ser as mais diversas, mas geralmente não são muito boas. Costumamos questionar porque a pessoa não fez de outra maneira, dizer que poderia ter feito algo mais, que esqueceu algo ou que poderia ter reagido de forma diferente. Quanto mais a pessoa for controladora, mais ela irá querer ditar como as coisas devem ou deveriam ter sido feitas. Isso é uma das coisas que mais gera atrito entre as pessoas.

 

POR QUE VOCÊ CRIA EXPECTATIVAS?

 

Pode ser que você seja uma pessoa mais tranquila e deixe a situação se desenrolar sem se preocupar muito com os resultados, ainda assim, você tem expectativas em algum nível. Isso porque a expectativa faz parte das atividades que realizamos. Do contrário, não perceberíamos sentido em fazê-las. Quando você prepara um bolo, você tem expectativa de que ele tenha um determinado sabor, uma determinada aparência, ou seja, um resultado mais ou menos esperado.

Com tudo aquilo que fazemos existe uma espera de resultados, se você apertar o botão para ligar o seu aparelho celular e ele não ligar você sentirá algum tipo de frustração, pois você esperava que ele ligasse. Com coisas materiais é mais simples, os resultados esperados costumam ser mais próximos do imaginado por serem mecânicos. Ligar o carro, abrir a torneira, acender uma lâmpada, são coisas do dia a dia as quais esperamos um resultado extremamente específico e nem ficamos pensando nisso, a não ser que apresentem algum problema de funcionamento.

Quando você lida com pessoas a situação muda bastante, pessoas são complexas e tem sua individualidade, cada um pensa e sente de formas diferentes. Por isso você pode se perceber imaginando mil e uma versões de acontecimentos que estão por vir relacionados a determinada pessoa. Simplesmente porque pessoas podem ser imprevisíveis e os resultados podem não lhe agradar. Quantas brigas entre pessoas você já presenciou, ou mesmo participou, por discordarem da forma como um dos dois agiu?

 

O QUE É RUIM PODE FICAR PIOR

 

Quando há divergência entre duas ou mais pessoas relacionadas as expectativas frustradas de alguém se o tema em questão for dinheiro ou amor o desentendimento pode ficar bastante inflamado. Basicamente porque quando o assunto envolve dinheiro o nosso instinto de sobrevivência entra em cena, como o dinheiro é base para conseguirmos tudo (material), inclusive para nos manter vivos, então lutamos com unhas e dentes por nossa sobrevivência.

Quando o amor está no ar e as frustrações envolvem assuntos do coração, então é preciso respirar fundo, pois os relacionamentos amorosos costumam gerar muitas expectativas e nem sempre a outra pessoa irá agir como esperado. Chegar atrasado em algum lugar, esquecer uma data especial, olhar para o lado ao andar na rua, conversar com alguém que não devia, enviar mensagem demais, enviar mensagens de menos, não enviar mensagens, são tantas situações que podem gerar um desentendimento que às vezes nem percebemos em que momento uma discussão começou.    

Estamos sempre esperando que o outro se comporte da forma como imaginamos que seja o correto (de acordo com nossos parâmetros pessoais). Por isso pode ser tão difícil quando você dá algo para alguém e ela não lhe agradece como você imagina que seria o correto. Quando você arruma aquilo que bagunçou, mas a pessoa que mora com você não faz a mesma coisa. Temos a nós mesmos como parâmetros de comportamento e, quanto mais a outra pessoa se distancia disso, maior é a nossa dificuldade em lidar e aceitar essa pessoa.

 

CALMA, TUDO PODE MELHORAR

 

É verdade que criar expectativas em relação ao que acontece em nossa vida é normal, o que não é normal é ficarmos sofrendo por isso. Nós não podemos querer controlar o que as outras pessoas fazem e a sua forma de agir. Não é a atitude delas que nos faz sofrer e incomoda, mas essa atitude ser diferente daquilo que acreditamos ser o correto. Isso quer dizer que o sofrimento não está no outro, em algo externo, mas dentro de nós. Para que as coisas melhorem temos que transformar a nós mesmos (leia também o texto As pessoas te escutam?).

O principal está em se libertar do controle e não querer impor as suas vontades e convicções aos outros. Lembrar que cada um tem suas próprias características, vontades e modo de enxergar o mundo. Você pode inspirar os outros, mas nunca controlar. Esteja sempre aberto ao diálogo e as oportunidades de expor o seu ponto de vista para encontrarem um ponto em comum e crescerem juntos. Nem sempre vocês irão concordar e isso é normal, mesmo as diferenças podem trazer aprendizados e unir as pessoas, esteja aberto ao que vier.

Conseguir lidar de forma natural com os acontecimentos inesperados da vida é um dos grandes segredos para ser feliz. Isso é muito difícil para o ser humano devido ao medo do desconhecido (leia mais no texto Como lidar com o medo). Mas saber que esperar o inesperado é o padrão nos abre as portas para aproveitarmos as oportunidades que a vida nos dá e apreciar o novo. Deixamos de perder tanto tempo ansiosos pelo futuro e passamos a enxergar mais o momento presente e as pessoas que estão ao nosso redor.

 

 

LIVRE PARA O QUE VIER

 

Difícil de lidar

Você do seu jeito

Querendo a tudo mudar.

 

Eu já tentei explicar.

Mas você não quer escutar.

 

Parece que faz para irritar.

Eu ali esperando

E você me deixando esperar.

 

O tempo serviu para pensar.

Largar as rédeas do controle

E deixar o mundo girar.

 

Não quero me refletir nos outros.

Quero quebrar os espelhos

E enxergar novos rostos.

 

Infográfico - Expectativa e Frustrasção

Rodrigo Poiesis
Últimos posts por Rodrigo Poiesis (exibir todos)