A busca pelo autoconhecimento costuma ser motivada pelas dificuldades que enfrentamos na vida. O descontrole emocional, a insegurança, ter problemas para lidar com os erros, são alguns exemplos de situações que pedem por autoconhecimento. Mas existem algumas dificuldades do autoconhecimento que podem surgir durante o seu desenvolvimento.

Essas dificuldades envolvendo a busca pelo autoconhecimento variam de pessoa para pessoa. Pode ser que você tenha dificuldade em impor seus limites e dizer não, enquanto outra pessoa terá dificuldades em lidar com a opinião dos outros, por exemplo.

O importante é conseguir lidar com as dificuldades de maneira saudável e se aprofundar no autoconhecimento. A parte mais difícil no desenvolvimento do autoconhecimento está no início dessa prática. Sair da zona de conforto, daquilo que estamos acostumados e nos sentimos seguros para trilhar caminhos inexplorados.

Muitas pessoas desistem do autoconhecimento antes mesmo de iniciar qualquer esforço em se conhecer melhor. São pessoas que se sentem incomodadas, sabem que algo precisa mudar, mas tem receio de mudar sem a certeza de um resultado positivo. Por isso, é importante começar entendendo os benefícios do autoconhecimento.

 

BENEFÍCIOS DO AUTOCONHECIMENTO

 

Não sei se você gosta de histórias de super-heróis, mas desenvolver o autoconhecimento pode ser a sua própria história de super-herói. Pode até parecer estranha a comparação, mas o autoconhecimento é como desencadear uma capacidade que antes você não tinha e lhe confere superpoderes.

São superpoderes sobre você mesmo, que lhe possibilitam reagir de formas diferentes e consciente em diferentes situações. Chega de ser refém dos seus impulsos e instintos, chega de viver arrependido do que disse ou fez sem pensar. Sua mente vai saindo da estagnação do passado (arrependimentos) e migrando para o futuro (planos e projetos).

Você ganha uma capacidade de ação incrível, pois não estará mais amarrado ao medo paralisante. Seguir em frente rumo aos seus objetivos sabendo que tem o potencial de criar um mundo todo novo a sua frente. Confiança se torna uma qualidade natural para você que é consciente do seu incrível potencial.

O autoconhecimento possibilita que você entenda sua individualidade, seus pontos fracos e fortes, quais suas habilidades hoje e quais são importantes você desenvolver. Também lhe indica o caminho daquilo que lhe faz bem, o que lhe dá um propósito de vida. É um verdadeiro guia para a sua felicidade.

Os benefícios do autoconhecimento não param por aí. Se autoconhecer não possibilita apenas que você se conheça melhor e faça melhores escolhas. Também possibilita que você comece a entender melhor as outras pessoas. É uma trajetória que se amplia cada vez mais e lhe proporciona um crescimento pessoal contínuo.

Podemos entender a base do autoconhecimento como conhecer melhor a si mesmo, se aprimorar e fazer escolhas conscientes em direção ao que lhe faz feliz. Você pode ter pensando algo como: se há tanta importância e benefícios, qual o motivo do autoconhecimento não ser popular entre as pessoas?

Desenvolver o autoconhecimento é um processo que tem suas dificuldades, especialmente no início. Por causa dessas dificuldades as pessoas vão ignorando, deixando para depois ou fugindo de olharem para si mesmas e buscarem respostas. As dificuldades do autoconhecimento acabam ofuscando seus incríveis benefícios.

 

DIFICULDADES DO AUTOCONHECIMENTO

 

Quem não desenvolve o autoconhecimento acaba vivendo no modo automático. Vai se deixando levar pelos acontecimentos, é comum que se perceba como vítima das circunstâncias, costuma reclamar das condições da vida, tem postura derrotista e espera que algo externo mude seus conflitos internos.

Uma das grandes dificuldades do autoconhecimento está no esforço que é preciso fazer para sair da sua zona de conforto. O ser humano acaba se acostumando e se acomodando com a sua rotina, com a forma de fazer as coisas, de lidar com as pessoas e de encarar a vida. Qualquer coisa que mude isso exige algum esforço.

Além do esforço de fazer e pensar de um modo diferente, também há a insegurança. O medo do que é desconhecido e que se refere a mudança de hábitos, estilo de vida e tudo mais que uma consciência mais ampla oferece por meio do autoconhecimento.

A tendência é que a pessoa pense que é melhor não tentar nada que mude sua vida, pois, independente de estar boa ou ruim neste momento, mudando algo ela pode piorar. Ter que fazer um esforço e lidar com a insegurança de algo que não se tem certeza do resultado é bastante desmotivador.

As barreiras do esforço e da insegurança já são suficientes para fazer alguém desistir da ideia de começar a iniciar no autoconhecimento, mas essas não são as únicas dificuldades do autoconhecimento.

Um dos maiores desafios do autoconhecimento é encarar a si mesmo. O olhar nu e cru de si mesmo, das suas fragilidades, dificuldades e limitações é assustador para muitas pessoas. A maioria simplesmente prefere ignorar esse olhar interior e direciona seus esforços para construir uma imagem daquilo que almeja ser.

Não é à toa que vivemos num mundo que não está muito preocupado com a essência e a individualidade de cada um e valoriza excessivamente a imagem. Seguir um caminho diferente da maioria também se torna uma barreira, pois a maioria das pessoas está acostumada a escolher para si o que todo mundo escolhe.

Quem desperta para o autoconhecimento pode ser tornar diferente das pessoas com as quais convive. Pois não se preocupa tanto com a imagem e toma decisões que podem contrariar a das outras pessoas. Com o tempo, isso pode levar a um distanciamento natural dessas pessoas.

Sentir que está se afastando de pessoas com as quais está acostumado a viver pode dar medo, desconforto, receio de ficar sozinho e outras inseguranças. Só quem persiste no desenvolvimento do autoconhecimento entende que há momentos em que você estará bem convivendo com certas pessoas e em outros estará melhor com pessoas diferentes.

O desprendimento das pessoas com as quais você conviveu por muito tempo acaba lhe trazendo o entendimento de que a trajetória da sua vida depende inteiramente de você e da direção que você determinar para ela. 

Se suas escolhas de vida se baseiam no que os outros escolhem, você se acomoda em desculpas para não mudar. Você sempre tem alguém para culpar e jogar a responsabilidade. No autoconhecimento você entende que a direção da sua vida está nas suas mãos e toma a responsabilidade da sua vida para si.

Assumir a própria vida acaba sendo uma barreira para o autoconhecimento, porque é preciso estar preparado para isso. Só assume a própria vida quem tem consciência dessa necessidade e condições de direcionar seu caminho rumo a objetivos que lhe façam bem e estejam alinhados ao que lhe dê propósito de vida.

 

FAÇA A SUA ESCOLHA

 

Não fazer nada já é fazer uma escolha. Você tem o poder de mudar a sua vida, mas é preciso que você faça uma escolha em direção a entender a si mesmo. O início dessa trajetória pode ser confuso e as pessoas ao seu redor podem não entender.

É possível listar inúmeras dificuldades do autoconhecimento que podem desmotivar os mais acomodados, mas basta um bom motivo para seguir em frente: ser você mesmo! Não dá para pensar em viver uma vida puramente baseada na vida dos outros, não se conhecer é como passar uma vida inteira ao lado de alguém que nem se sabe o nome.

Ser autêntico é ser livre. O autoconhecimento não é apenas um processo de descoberta de si mesmo, ele é um processo de libertação. Ao se libertar um mundo de possibilidades se abre e você pode construir sua vida à sua maneira.

A medida que se aprofunda no autoconhecimento você vai deixando de lado a imagem para dar lugar a essência. Essa essência representa quem você é de verdade e todo o potencial que tem para se tornar ainda melhor.

 

Infográfico - Dificuldades do autoconhecimento

Rodrigo Poiesis