Se você já deixou de fazer algo por acreditar que não tinha jeito para fazer certas tarefas, se não tentou mudar por achar que não consegue ser organizado ou pontual, se acredita que dinheiro é para quem tem sorte ou que a sua vida só irá melhorar se os outros mudarem, então você sabe como é viver ficar estagnado por uma crença limitante.

Esses são apenas alguns exemplos de crenças limitantes que podem impedir com que você se desenvolva e conquiste seus objetivos. Nem sempre é fácil identificar esse tipo de pensamento e o pior é que ele está por toda parte.

Crenças limitantes são pensamentos tidos como verdades absolutas apesar de não serem. Tem esse nome porque é um tipo de pensamento que se mantém com você limitando suas ações. É como quando você acredita que tudo que faz deve ser perfeito e, quando não sai, você se sente frustrado e incapaz de realizar algo com qualidade.

As crenças limitantes são barreiras criadas a partir da percepção de cada indivíduo. Você pode ter um determinado pensamento limitador que tem certeza que é verdadeiro, enquanto outra pessoa percebe que não é verdade. Mas essa mesma pessoa pode ter crenças limitadoras que você não tem.

 

COMO SE FORMAM AS CRENÇAS LIMITANTES

 

Se você foi criado num ambiente que não valorizava a capacidade de criação e de empreendedorismo, por exemplo, então tem grandes chances de acreditar que não consegue ter um negócio próprio. Essa crença por si só já é capaz de impedir que você comece a pensar em criar um negócio próprio se tiver vontade ou oportunidade.

As crenças limitantes se formam no decorrer da vida de cada pessoa. As diferentes experiências, afirmações e variados estímulos recebidos vão moldando determinados pensamentos que vão se consolidando conforme são repetidos e confirmados.

Outro aspecto que reforça uma crença são os sentimentos envolvidos. Quando se passa por uma experiência com forte carga emocional as impressões dessa vivência ficam gravadas de forma muito mais forte. Se são sentimentos positivos podem gerar um estímulo, mas se forem negativos, podem criar novas crenças limitantes.

Quando se convive com alguém que está sempre repetindo suas próprias crenças limitadoras e não se tem um parâmetro definido para aquela ideia que está sendo apresentada é comum aceitar aquilo como verdade. Isso se torna mais forte se várias pessoas próximas compartilham de uma mesma crença limitante.

É preciso cuidar com os pensamentos, pois a realidade que você vive é inteiramente baseada naquilo que você acredita. Pessoas com padrões de pensamentos diferentes podem passar por um mesmo acontecimento e percebê-lo de formas totalmente distintas.

 

COMO AS CRENÇAS LIMITANTES INTERFEREM NA VIDA

 

As crenças limitantes afetam a sua vida como um todo, seja nos relacionamentos, no trabalho, no ambiente familiar e nos momentos que você precisa tomar uma decisão e se prende a esses pensamentos restritivos.

Muitas vezes você tem uma escolha clara a sua frente. Sabe que os resultados serão benéficos e que precisa seguir em frente. Mas, se houver uma crença limitante criando um obstáculo nessa escolha, você pode ficar estagnado.

O problema vai além da dificuldade de seguir em frente e ter uma vida melhor. Ao não conseguir tomar as decisões que sabe que precisa fazer vem também o sentimento de frustração, de impotência, de não se achar capaz.

Imagine que você acredita que todo o chefe é um carrasco e exige demais dos funcionários. Se um dia você tiver a oportunidade de se tornar chefe não irá aceitar porque não se vê como um carrasco exageradamente exigente. Ou pior, acaba aceitando o cargo e, quando menos percebe, se torna o chefe carrasco que idealizava.

Para piorar, são raras as ocasiões onde a pessoa percebe que está estagnada e se prejudicando por uma crença limitante. Em geral, o indivíduo fica apenas com os sentimentos que o fazem acreditar que não é capaz, o que reforça ou cria uma nova crença limitante.

Dá para perceber o quanto as crenças limitantes podem ser destrutivas e interferem no potencial das pessoas. Ninguém vai remover todas as suas crenças limitantes de uma vez, mas é preciso começar a lidar com isso desde já.

 

COMO LIDAR COM AS CRENÇAS LIMITANTES

 

Lidar com crenças limitantes é um trabalho contínuo. Conforme nossas experiências vamos construindo ou reforçando as crenças limitantes. A ideia é reverter uma crença que seja limitadora em um pensamento que seja libertador, que incentive a pessoa a crescer e melhorar a sua vida.

É normal ter várias crenças limitantes dificultando a vida. Você pode estar se perguntando por onde começar. Geralmente, o melhor é começar com aquelas crenças que mais incomodam, que mais estão prejudicando a sua vida. Mas também é possível começar pequeno para criar um hábito de lidar com esses pensamentos.

Seja como for, você precisa começar identificando as suas crenças limitantes. Essa é uma das situações que é mais fácil falar do que fazer. A maior parte das crenças estão bem escondidas e só com o tempo vamos percebendo. O auxílio de um terapeuta, psicólogo ou coach pode ajudar muito, acelerando e tornando o processo mais eficiente.

Faça uma triagem dos seus principais e mais recorrentes problemas. Quais as situações você tem mais dificuldade de lidar, quais são seus maiores medos, o que gostaria de fazer, mas nunca consegue. Comece a se questionar, entre num processo de autoconhecimento para obter as respostas necessárias.

Ao conseguir listar suas principais crenças limitadoras faça uma análise de cada uma. Perceba que essas crenças, na realidade, não são verdadeiras. Comece a confirmar isso para si mesmo até o ponto que esteja claro na sua mente que esses limites impostos por determinada crença só te impedem de agir porque você está permitindo.

Deixe claro para você mesmo que você tem todas as escolhas e possibilidades em suas mãos. A partir daí, comece a substituir essas crenças limitantes por pensamentos libertadores e encorajadores.

Você pode ter a crença de que é ruim para fazer cálculos ou para escrever, por exemplo. A partir do momento que você sabe que isso é uma crença que está te limitando, substitua esses pensamentos por um pensamento de que você tem, como qualquer pessoa, todo o potencial para lidar bem com números ou palavras.

Essa mudança de pensamentos se torna efetiva quando você se investe de sentimentos de bem-estar, de empoderamento, onde você se sente realmente capaz. Então faça cada afirmação para si mesmo se revestindo do sentimento de confiança e se sinta bem por saber que você é capaz.

Essa mudança na sua forma de pensar e se sentir em relação a si mesmo proporcionará mudanças na sua postura e nas suas escolhas. Você se sentirá mais forte, confiante e com maior liberdade de ação. Com o tempo você vai tendo mais domínio desse processo e irá desbloquear outras crenças limitadoras de forma mais natural.

Rodrigo Poiesis
Últimos posts por Rodrigo Poiesis (exibir todos)