Ter atitude é adquirir uma postura autêntica diante da vida. Tomar decisões com base naquilo que você acredita e nos objetivos que tem. A atitude não se faz presente apenas em grandes decisões, mas são nessas grandes decisões que surgem no decorrer da vida que você pode se sentir contra a parede para realizar uma escolha. É uma sensação ruim de ansiedade, nervosismo e até pavor. Quanto menos você se conhecer, mais difícil será encontrar a melhor decisão.

Ao ler o texto anterior a respeito de atitude – Ter atitude – você pôde entender que fazer da atitude um hábito é algo que lhe dará condições de lidar de forma mais natural com as decisões que surgem na sua vida. Nem sempre é possível ficar em cima do muro quando uma escolha é necessária. Mesmo quando é possível, não é bom deixar que os outros decidam por você o rumo da sua vida.

Ter atitude compreende mais do que apenas a decisão que está sendo feita. A forma como essa ação é realizada pode ser mais proveitosa e sem traumas quando se coloca em prática algumas competências como respeito, autoridade, clareza, confiança, entre outras. Cada um pode usar o que tem de melhor para agir da forma mais natural e harmônica possível. Para ajudar nessa prática estão listadas abaixo 7 dicas poderosas para ter atitude de forma equilibrada e natural.

 

1 – Seja autêntico

 

Não adianta dizer nada sobre atitude sem antes deixar claro que qualquer decisão que seja feita tem que refletir quem você é de verdade e aquilo em que acredita. Em um momento que pede atitude não adianta você agir para agradar aos outros ou para formar uma imagem de você mesmo aos olhos dos outros que não condiz com a realidade.

Se a intenção for criar um caminho de equilíbrio e felicidade em sua vida siga sendo autêntico a seus valores e anseios. Às vezes pode parecer mais fácil agir para agradar a uma ou outra pessoa, mas as consequências a longo prazo lhe mostrarão que não. Se suas ações não condizem com aquilo que você acredita e quer para sua vida o resultado nunca será algo que lhe fará bem de verdade.

 

2 – Não tenha medo

 

A partir do momento em que você está tendo uma atitude bem pensada e que condiz com quem você é de verdade não tenha medo de tomar as ações para realizar as mudanças necessárias. É normal que nem todos os resultados de determinada ação sejam positivos, mas o mais importante é que o resultado final seja melhor do que simplesmente não fazer nada. Lembre-se que você está em constante aprendizado e todas as experiências tem algo a lhe ensinar (leia também o texto Medo de errar).

O autoconhecimento te ajuda quando você entende suas limitações e dificuldades. Você passa a explorar mais seus pontos fortes e se sente mais confiante para agir da melhor maneira possível. Acredite nos seus princípios e naquilo que seu coração almeja para seguir em frente e ter atitude quando precisar. Quanto melhor você assimilar isso, maior será sua confiança no que faz.

 

3 – Seja Franco e claro

 

Você pensou bem e sabe que precisa tomar uma atitude, você foi honesto com você mesmo ao decidir algo de forma autêntica, mas é comum que sua atitude impacte outras pessoas também. Quando você precisa informar aos outros sua decisão, em alguns casos pode ser preciso dar instruções e recomendações, é importante que você seja franco e tenha clareza no que diz.

Mesmo que você não possa dar muitos detalhes e explicações do que o levou a ter determinada atitude é importante que aquilo que for informar seja verdadeiro e seja transmitido da forma mais clara possível. Essa atitude pode ser a diferença entre os outros entenderem e confiarem na sua decisão ou não. Quando as coisas não ficam claras a tendência é que cada pessoa preencha as lacunas conforme sua visão pessoal e aí começam as fofocas, as situações mal resolvidas e a insatisfação.

 

4 – Saiba ouvir

 

Nem sempre suas atitudes irão agradar a todos, mas nem por isso as decisões devem deixar de ser realizadas quando necessário. Ações e resultados que não satisfazem a todos não precisam ser traumáticos e mal resolvidos. A partir do momento que você já explicou e foi claro quanto as suas decisões é hora de ouvir. Todos têm suas opiniões e modo de ver a vida. Mais do que avaliar as ideias e vontade dos que estão ao seu redor é importante você entender como se sentem.

Valorizar e incentivar as ideias construtivas que as outras pessoas têm é importante. Assim como não se deixar intoxicar por críticas destrutivas que nada acrescentam a você. Ouça o que os outros tem a dizer e procure harmonizar a situação da melhor forma, sempre tendo em mente as prioridades e mudanças que são necessárias. Só o fato de ouvir e valorizar o os outros já irá criar um clima mais positivo.

 

5 – Tenha conhecimento

 

É importante ter atitude, mas se não se tem ideia do que se está fazendo não dá para esperar um bom resultado. Na vida estamos em constante aprendizagem, existem diferentes formas de se aprender algo. O que se deve ter atenção é aonde está o seu foco de aprendizagem e se você está buscando algo que tenha relação com seus objetivos. 

Quando procura se entender melhor você consegue perceber em quais áreas da sua vida você não está tendo a atitude que gostaria e pode trabalhá-las adequadamente. Quanto mais preparado você estiver, mais se sentirá seguro e maior as chances de se alcançar bons resultados. Mas lembre-se, feito é melhor que perfeito, não fique indefinidamente esperando o momento perfeito para realizar algo, pois esse momento não existe (entenda melhor lendo o texto Feito é melhor que perfeito).

 

6 – Busque alternativas

 

Pode ser que a situação em que você se encontra não seja a ideal para você ter atitude e o impulso seja o de deixar as coisas como estão. Mas não se deixe dominar por esse pensamento de paralisia diante da necessidade de mudança. O normal é que a situação não seja ideal, por isso que ter atitude não costuma ser algo comum de se fazer. O importante é não se deixar levar e direcionar seu foco para as soluções.

A partir do momento em que você sabe que vale mais você utilizar sua energia procurando soluções e alternativas para mudar sua realidade, você deixa de focar nos problemas que podem dificultar qualquer ação. Se for preciso busque apoio e inspiração em outras pessoas. Sempre terá alguém por perto que poderá acrescentar algo de positivo ao seu processo de decisão.

 

7 – Tenha iniciativa

 

A ação fala mais do que qualquer palavra. Não adianta você ter utilizado todas as outras dicas e estar certo do que fazer se essa decisão de ter atitude não se concretizar em uma ação. A iniciativa anda de mãos dadas com a atitude, para que a atitude se torne uma ação é preciso que você tenha a iniciativa de realizá-la. Esse é o momento de focar naquilo que se quer alcançar e saber muito bem o que te motiva a ter uma atitude.

Pode ser que sua atitude se restrinja a ter uma mesma ação que alguém próximo a você já teve. A iniciativa foi de outra pessoa e ter uma atitude depois de alguém é mais confortável. Mas você não pode querer esperar que alguém mude algo para ter uma atitude. Existirão situações específicas em sua vida que pedirão por determinadas atitudes que ninguém que você conheça já teve. Uma pessoa com atitude não se deixa impedir por isso, ela sabe que a iniciativa faz parte do processo.

 

 

7 Dicas para ter atitude

 

Rodrigo Poiesis